Alexandre Audi

Próteses de mama: Principais dúvidas sobre o procedimento

As próteses de silicone atraem muitas mulheres que estão insatisfeitas com o formato e tamanho das mamas. Capaz aumentar, dar mais projeção e mais firmeza aos seios, essa cirurgia plástica é uma opção muito procurada nesses casos para aumentar a autoestima da mulher. 

 

Embora seja uma das cirurgias plásticas mais conhecidas e realizadas, ainda existem muitas dúvidas sobre o assunto. Por isso, abordaremos a seguir as principais questões sobre o tema.

 

Em que consiste a prótese de mama?

 

A prótese de mama consiste na colocação de um implante mamário, que comumente é feito de silicone. 

 

​No entanto, as próteses não possuem um molde único. Existem vários tipos de próteses mamárias com formatos diversos que se adequam aos diferentes tipos de corpos femininos. Elas podem ter: 

 

  • Perfil moderado: possui a base larga e altura baixa. Indicado para uma projeção maior do colo, mas pouca projeção para frente.
  • Perfil alto: a base da prótese é de tamanho médio e oferece mais projeção da mama. Ideal para mulheres com tórax proporcional e pouco volume no colo.
  • Perfil Super Alto: tem a base mais estreita e maior projeção da mama em comparação com a de perfil alto. Possibilita maior aumento do volumes com menor aumento da base, sendo indicado para mulheres com tórax estreito.

 

​Para a escolha do tipo de prótese de silicone ideal, é necessário uma análise minuciosa do cirurgião plástico especializado que verificará a relação entre o tamanho do corpo da paciente e suas medidas, tais como, o diâmetro da mama e do tórax . Além disso, o médico também levará em conta a expectativa da paciente com a cirurgia, orientando sobre o que é possível ser feito em cada caso individualmente. 

 

É importante enfatizar que é possível que o tipo de prótese mamária escolhida pela paciente não seja o mais indicado para ela. Tanto por volume como por projeção. Por isso, o procedimento precisa ser indicado por um médico qualificado para orientar sempre a melhor conduta a ser tomada, evitando assim expectativas frustradas da paciente. 

 

Como é a cirurgia?

 

É perfeitamente normal ter curiosidade sobre a cirurgia e é fundamental tirar todas as suas dúvidas com o cirurgião plástico antes da realização do procedimento.

Antes de falar sobre como é feita a cirurgia, vale dizer que a via mais utilizada é o sulco mamário. Isso porque essa via proporciona uma menor redução da sensibilidade do que a via areolar e possui menores índices de infecção do que a via axilar, além de oferecer um aspecto mais natural, uma vez que a cicatriz fica escondida por baixo da mama.

Para a realização da inserção da prótese, é necessário realizar a sedação da paciente. A internação se faz no período de 12 a 24 horas, a depender do tipo de anestesia escolhida pelo médico cirurgião, mas o procedimento em si é bem rápido, com duração média de uma hora.

 

E o pós-operatório?

 

Para que qualquer cirurgia plástica tenha um bom resultado, é fundamental não deixar de lado os cuidados pós-operatórios. Afinal, são eles que garantem uma cicatrização adequada, com a preservação de todas as melhorias realizadas na cirurgia.

Citaremos alguns dos principais cuidados nesse período pós-operatório, mas já adianto que é imprescindível seguir as orientações do médico responsável pela sua cirurgia, uma vez que ele foi o responsável por avaliar as particularidades do seu caso. 

 

O que não pode ser feito no pós-operatório da proteses de mama:

  • A paciente não deve deitar de lado ou com a barriga para baixo;
  •  Não se expor ao sol durante o período recomendado pelo médico;
  •  Não realizar esforço físico por, no mínimo, 7 dias;
  •  Evitar movimentos bruscos dos braços por 30 dias;

 

O que deve ser feito no pós-operatório da proteses de mama:

  • Utilização do sutiã de compressão por 2 meses;
  • Suspender qualquer tipo de atividade física por três semanas.
  • Retornar ao consultório, conforme indicações do médico cirurgião. 
  • Realizar a higienização da cicatriz e a troca do curativo conforme as orientações do seu médico. 

 

Se você tem o desejo de realizar essa ou outra cirurgia plástica, agende uma consulta para entender melhor sobre o que pode ser feito no seu caso. Tenho certeza que encontraremos juntos o melhor procedimento para você!

 

Entre em contato: (11) 95051-2021 / (11) 3287-3102 / (11) 92009-9748

Alexandre Audi

Alexandre Audi

Médico formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, em 2007.Cirurgião Plástico da Retaguarda e do Núcleo de Feridas Complexas do Hospital Sírio Libanês. Doutorado em andamento.Primeiro Tenente Cirurgião Plástico do Hospital da Força Aérea de São Paulo (HFASP).
0 0 votes
Avaliação do artigo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Veja também

Fale Conosco!